Monday, 13 June 2011

Beleza põe mesa?

Pois bem, chegou a hora. Deixei a pesquisa por um tempinho no ar pra saber um pouco mais sobre vocês e como vocês se vêem. Na verdade, a pesquisa ainda está aberta - e o sorteio também! - e só a fecharei quando começar a escrever mesmo sobre os tipos de corpo, o que deve acontecer ainda essa semana. Então, se você ainda não respondeu, ainda tem chance de concorrer e, de quebra, me ajudar!

Duas sortudas vão ganhar coisas beeeem legais - tô com uma edição nova da Lula magazine novinha em folha e fechada (me mandaram duas, sei lá porque...), um oxford tamanho 37/38 da Urban Outfitters super fofo além de outras coisas. Como disse, ainda não defini exatamente os prêmios, mas garanto que serão ótimos!

Mas, ao assunto que interessa: tipos de corpo e por que eles são importantes ao se vestir. Esse post terá um quê de aula de biologia mas, em se falando de corpos humanos, não tem como ser, né?

Comecemos então pelos nossos olhos. Existe um velho ditado anglo-saxão que diz "beauty is in the eyes of the beholder" - a beleza está nos olhos de quem vê, traduzindo livremente. E, como é o caso em quase todos os ditados, tem um fundo de razão. Cada um tem suas preferências pessoais mas, para psicólogos, biólogos, antropólogos e muitos outros "ólogos" mais, existem fatores comuns entre todos os seres humanos que os fazem preferir, por exemplo, o Brad Pitt ao seu Manoel da padaria da esquina. Esses fatores vem sendo estudados frenéticamente, já que descobrir o que faz alguém ser "belo" é uma fórmula mágica que renderá provavelmente muitos bilhões (quiçá trilhões ou qualquilhões, à lá Tio Patinhas) ao pesquisador.


Brad Pitt em diversas versões: alguma delas te atrai ou você prefere dar uma olhada na padaria 
e ver se tem algo melhor sendo oferecido?


Para quase todos os seres do planeta (falemos aqui daqueles que se movem; plantinhas são seres vivos mas não chegaram ao estágio de escolher parceiros!) podemos identificar traços, atitudes ou características específicas para chamar a atenção de potenciais parceiros. Isso é uma das leis inteligentíssimas da Natureza para assegurar que sempre "os mais fortes" sobrevivirão. Um exemplo ÓTIMO para ser dado aqui é o pavão. O macho tem aquela bela cauda super colorida para chamar atenção de fêmeas. Quanto mais bonita e colorida a cauda, maior a chance que ele tem de cruzar e perpetuar seu DNA. A cauda colorida representa a saúde daquele pavão - e a gente pode extrapolar para nós mesmos... quando estamos doentes, nossa cara fica amassada, torta, com aquela verdadeira "cara de ontem". O mesmo ocorre com os outros seres vivos. No final, as fêmeas mais aptas escolhem os machos mais aptos, e as chances que suas crias sejam mais fortes é maior.


pavão tentando capturar a atenção da "pavoa" - e ela só ligada na comida!


E, saindo um pouquinho do assunto... pois é, é o MACHO que tem a cauda colorida. Na verdade, isso se aplica para a grande maioria das espécies! Os machos são os que tem características "embelezantes" para chamar a atenção das fêmeas, e não o contrário. E aí você pensa: tô eu aqui, colocando quilos de maquiagem, escova, unha, depilação... pois é. Mais fácil ser "pavoa", pode ter certeza!

Voltando ao ponto: chamar a atenção de um parceiro para perpetuar a espécie está no nosso DNA, é o que todos os seres vivos no planeta fazem. E, apesar de nos acharmos "evoluídos", esse ainda é um dos nossos propósitos principais por aqui (não querendo agredir a religião de ninguém, ok? estou analisando o lado puramente físico da nossa existência). Como não temos cauda colorida ou nada que seja uma característica clara e visível para nos diferenciarmos, cabe aos pesquisadores analisar nossas atitudes e pensamentos para determinar: como vemos o belo?

Existem diversos fatores que cientistas e pesquisadores já descobriram (e se tiver muita gente interessada eu posso escrever sobre isso - é só fazer um comentário!), mas o que nos interessa aqui pra dar continuidade ao nosso "estudo sobre tipos de corpo" é a SIMETRIA. Diversos estudos e papers já foram elaborados no que concerne a simetria facial e corporal de homens e mulheres. Não se pode provar que a simetria é chave para ser considerado belo, mas há uma correlação entre o que achamos belo e a simetria das pessoas.


exemplo de simetria facial computadorizada


E o que quer dizer simetria? Bem, é simples. Pense que você foi desenhada em um papel. Se ao dobrar o seu desenho ao meio (longitudinalmente) e o seu lado direito bater direitinho com o seu esquerdo, parabéns, pois você é simétrica!

Mas a verdade é que muito raramente (mas muuuuuito, muito meeeeesmo) isso acontece. Todos nós temos um percentual de simetria, mas o famoso "ninguém é perfeito" se aplica aqui.


as imagens acima e abaixo apresentam nessa ordem: imagem original, imagem feita por computador com simetria para o lado direito/esquerdo (Angelina/Marylin) e simetria para o lado esquerdo/direito (Marylin/Angelina)


Angelina e Marylin: consideradas as mais belas de suas épocas e nem um pouco simétricas!


Como eu disse antes, estudiosos entendem que existe uma correlação entre simetria e beleza mas isso não dá pra ser provado. Correlação quer dizer que existe uma relação entre eles, mas não se sabe ao certo qual; existem indicativos, mas não dá pra ser 100% provado. Por quê não dá pra ser provado? Bem... porque nós, apesar de gostarmos de simetria (uma característica que evoca a matemática!), não somos sempre coerentes e para se provar algo com 100% de certeza precisa-se, infelizmente, de precisão e coerência. Por isso que esses estudos médicos demoram taaaanto...

No mais, as imagens acima mostram que apesar de serem consideradas umas das mulheres mais belas do mundo, tanto Marylin Monroe quanto Angelina Jolie não tem nada de simetria facial. Aliás, nem um mesmo estilo de beleza elas tem: Marylin é muito mais próxima de uma beleza "clássica", estilo girl next door norte-americana, enquanto Angelina tem uma beleza super exótica, quiçá até um pouco masculina, com mandíbula grande e boca larga.

E o que isso tudo tem a ver com CORPO? Pois é... era sobre isso que falávamos. Pois bem, o mesmo se aplica para nossos corpos. Porém não é exatamente como no rosto, onde "dobramos" nossa cara na vertical. Na verdade, dobramos nosso corpo na horizonal, na altura de nossas cinturas. Se a circunferência de nosso quadril é mais ou menos a mesma que a do ponto mais largo de nossas costelas (onde ficam os nossos seios), somos simétricas.


Picasso foi revolucionário na sua pintura por explorar muito a questão da simetria
e o contraste entre o efeito 3D (o que vemos na "vida real") e 2D (o que se vê nas pinturas)


Daí vem a definição de um dos tipos de corpo feminino, o corpo tipo ampulheta - ou tipo X, 8, violão, e por aí vai. Aparentemente, esse tipo de corpo é mais "atrativo" ao sexo oposto por motivos também biológicos: uma fêmea que tem sua cintura com mais ou menos 70% do tamanho de seu quadril chama a atenção dos machos porque demonstra uma capacidade melhor de parir a cria. E voltamos pro caso da biologia e dos animais, perpetuação da espécie, etc.


Marylin, com seu corpo tipo violão (ou ampulheta) e como esse tipo de corpo é celebrado ao longo da nossa história - inclusive hoje em dia, através dos manequins


Nesse momento paro aqui e ressalto a seguinte coisa: todos esses estudos, tudo o que escrevi aqui, o que pretendo escrever sobre tipos de corpo e como se vestir para cada um deles não tem como finalidade *agradar* o sexo oposto! Faço sempre a referência à biologia porque, essencialmente, somos mamíferos como todos os outros e, até certo ponto, atuamos da mesma forma. O que pensamos como "agradável aos olhos" muitas vezes está relacionado a nossa evolução e, de certa forma, está já embutido em nossos cérebros. Então deixo bem claro: toda essa coisa de "agradável ao olhos" é simplesmente algo inconsciente. Tanto homens quanto mulheres olham para outras mulheres (e outros homens também) e vêem neles a "concorrência" por seus atributos físicos.

Por isso que sempre buscamos por um corpo perfeito, cabelo impecável, rosto lindo e tudo mais. Não é porque queremos somente arranjar um namorado (ou namorada), mas também porque instintivamente queremos nos destacar mais que "a concorrência"!

No próximo post falarei mais especificamente sobre os tipos de corpo femininos - você já sabe qual é o seu?

3 comentários - Comente aqui!:

priscila said...

to amando esses posts, acho que autoconhecimento é a chave pra tudo.

Nadia said...

"mas também porque instintivamente queremos nos destacar mais que "a concorrência"!" - Verdade pura.
Sai "das modas" porque nao aguentei o ambiente. Agora to indo pro "commerce" e dou de cara com o mesmo "ego". Existe em todo lugar eh humano ou sera nosso lado animal? Mas faz parte de nos.
Voltando pra perfeicao. Pra mim, tudo que eh perfeito eh chato.

Carolina said...

Amei o post! Achei muito interessante!!!

 
BlogBlogs.Com.Br