Friday, 25 February 2011

John Galliano é suspenso da Dior

Meu mundo definitivamente entrou em COLAPSO. Tenho que entrar na onda (ainda que tardiamente) e dizer que 2012 tá chegando...  John Galliano foi suspenso da Dior por tempo indeterminado após uma suposta discussão ocorrida ontem à noite, com xingamentos anti-semitas na varanda de um restaurante no bairro do Marais, em Paris. Galliano foi preso após essa discussão e hoje pela manhã o chefe executivo da Dior, Sidney Toledano, anunciou a suspensão de Galliano para a Reuters.


Galliano como Rainha de Copas num ensaio só sobre Alice (Natalia Vodianova veste Galliano)
- veja aqui o ensaio completo


De acordo com a Vogue UK, uma pessoa que estava no mesmo restaurante disse que o ocorrido se passou bem diferente do que foi anunciado pela Reuters e pela Agence France Press. A testemunha disse que John Galliano estava sentado em uma mesa ao lado da sua, direcionou sua palavra a um casal em uma mesa próxima para dizer "saúde!" e eles o insultaram em retorno. Com isso, uma discussão foi iniciada entre o casal e Galliano, e um dos seguranças do designer sugeriu que todos fossem à delegacia resolver o problema. Segundo a testemunha, Galliano não aparentava estar bêbado e não foi "levado à força" pelos policiais; pelo contrário, tudo transcorreu de forma muito calma e tranquila. "Eu não ouvi ele dizer nada anti-semita ou contra qualquer religião... na verdade, tudo me pareceu bem tranquilo", disse a testemunha.


Meus dois centavos sobre essa estória toda:

Galliano pisou no calo de alguém (ou "alguéns") dentro da Dior - que é majoritária (também conhecida como "dona") do grupo LVMH - e arranjaram um meio para que ele saísse SUJO de seu posto. Afinal, Galliano é mundialmente reconhecido como *o mestre* da couture, renovou completamente o nome Christian Dior (que, antes dele, vinha cada vez mais caidinho) e seria difícil - pra não dizer im-pos-sí-vel - retirá-lo do cargo sem criar um estardalhaço e uma tremenda de uma má publicidade. Afinal, não é qualquer um que faz isso aqui abaixo - recomendo clicar com o botão da direita do mouse em cada imagem, abrir em uma aba diferente e ver em grande escala os detalhes de cada peça:














vale lembrar que esse vestido Dior Couture elevou definitivamente Diane Kruger ao status de fashion icon - ou seja...




Estou particularmente abalada. Com esse escândalo dificilmente Galliano arranjará um backer para criar sua própria maison e desfilar na semana de couture. Pra quem não sabe, a semana de moda de haute couture é regulada por uma comissão suuuuuuuper chata, e para entrar "no esquema" e ter seu negócio chamado de "maison" um estilista precisa respeitar mil e uma regrinhas, pagar um senhor dinheirão para que todas sejam estabelecidas, passar por mil e uma burocracias e, ainda por cima, ter que ser aprovado por uma panelinha de difícil agrado. E que, dentre os participantes, está a Dior.

 E tendo aparentemente feito comentários anti-semitas, Galliano perde o apoio de grande parte da indústria, já que muita gente importante que trabalha no meio é judia. Ou seja, o futuro não aparenta estar nada bem para o mestre da couture...

O que não consigo entender é como alguém pode querer Galliano fora da Dior. Seria como, hoje em dia, dizer que não quer Monet trabalhando para você. Galliano é um gênio da moda, um dos pouquíssimos que ainda vivem. Por mais "diva" e "estrela" e "criador de caso" que alguém possa ser, vamos combinar que TODOS nessa indústria o são, né? E muita gente cria muito mais caso e tem muito menos talento pra back it up... Na minha concepção, é o mesmo que dizer "olha, Van Gogh... então... tá difícil lidar com você e a sua esquizofrenia... você é bom, mas... sabe como é... cortar as orelhas é um pouco demais. Então TCHAU. Tá demitido". Hoje. Em pleno 2011. Quando se tem o conglomerado Christian Dior e LVMH por detrás e todo o dinheiro do mundo - praticamente... - pra se aturar as maluquices do cara.

O que a guerra de egos não faz... Uma tristeza.

2 comentários - Comente aqui!:

Lu E Cris said...

Meninaaa... E quem diz que os barracos só acontecem nas feiras livres e canteiros de obra... Nunca acreditei nisso!! Mas, esse lado político da moda raramente vem à tona... Triste prejudicar quem tem arte e talento correndo nas veias... Egos inflados sufocam a veia criativa... A medíocridade do mundo fashion! Belíssimo post! (bjokasssss - Lu!)

Luana Soares said...

Que escândalo! Ótimo post, super explicativo.

Flor, tá rolando um sorteio lá no blog até segunda. Quem ganhar, leva pra casa um lindo batom da Contém 1g. Dá um pulinho lá e participa. Quem sabe você não ganha o prêmio? Espero você no "Opa, comprei!"!

Beijokas =)

www.opacomprei.com
@opacomprei

 
BlogBlogs.Com.Br