Thursday, 10 March 2011

notícias fashionísticas pós-carnaval

Todo mundo que se considera minimamente brasileiro parou para o Carnaval, inclusive os expatriados - assumo eu! Apesar de não ter sombra de feriado prolongado por aqui e, de quebra, uma Paris Fashion Week rolando solta, resolvi tirar uns dias de descanso. Nada como ver desfiles de escolas de samba, mesmo que às três da manhã daqui e através de uma transmissão de qualidade discutível pela internet... Ouvir um "DEZ! NOTA DEZ!" pra Mangueira - que infelizmente nunca chegou a aparecer (oi, chega de roubatina, Beija-Flor? Grata). Mas feliz por ter tido uns dias de paz.


 minha próxima fantasia de Carnaval, caso eu vá para o Brasil nessa época


Infelizmente a paz acabou abruptamente, com o meu corte midi se transformando num carnaval - e não estou utilizando o bom sentido da palavra. Acho que só com uns dois meses de muita reza para o santo do crescimento capilar pra tentar começar a consertar o estrago. Não postarei fotos - porque normalmente nunca as posto, e também quem é que quer ficar mostrando corte horrendo pro mundo ver? - mas posso dizer que tenho um mini-mullet lateral e um cabelo todo em camadas abruptas começando na altura da minha boca e terminando bem em cima do ombro, quando o que eu queria era:


essa perfeição aqui, com uns dois/três dedos a mais.


O que parece é que eu tô com um cabelo de quem o tinha curto e tá desesperadamente deixando crescer sem cortá-lo nem um milímetro. O que, definitivamente, não é o look que alguém DESEJA. Fazer o que... E, pra ser o prego no meu caixão capilar, a Fearne Cotton posta uma foto no Twitter em menos de cinco minutos depois do meu cabelo ser trucidado, com o look que eu queria (só que o meu leva franjão). Vi ainda sentada na cadeira do salão, desesperando internamente com o reflexo no espelho.

Esquecendo os problemas capilares (e rezando desde já para que maio chegue logo com os meus centímetros a mais), vamos às notícias que apareceram nesses últimos dias e ninguém nem tchuns porque Carnaval é vida e o ano só começa agora pra quem é brasileiro. Quem quiser ler mais a respeito, é só clicar nos links!

Primeiramente, a confirmação "ainda não confirmada" de que Ricardo Tisci sairá da Givenchy e entrará no lugar de John Galliano na Dior. Ambas sendo geridas pelo grupo LVMH, a mudança é somente interna e faz algum sentido. Diversas fontes já confirmaram a ida de Tisci, mas a LVMH insiste em dizer que nada foi definido.


o tweet do escritor de moda Derek Blasberg que iniciou todo o disse-me-disse


E o pior é que realmente parece que o ano começou agora pra todo mundo, já que existem também especulações sobre a saída de Alber Elbaz da Lanvin, rumores sobre a saída de Hanna McGibbon da Chloé após a contratação de Laure de Sade para a See by Chloé, além da mais recente especulação: quem substituirá Tisci na Givenchy. Dança das cadeiras do século 21...


Tchau Galliano, olá Tisci?


Falando sobre moda mais palpável: a Urban Outfitters colocou à disposição seu catálogo de primavera/verão 2011 (em pdf), e eu adorei a vibe "estou de férias da escola" do catálogo. Roupas bem desejáveis e imagens gostosas de se ver. E a Vogue UK já fez um grande resumão dos desfiles de outono/inverno que acabaram de acabar - rápidos, né? Algumas coisas são mera galhofa, mas outros itens do "A to Z" da moda que eles montaram devem ser levados em conta, como as peças vermelhas, o contraste de texturas e saias mais longas. Vale a pena ser lido.

E falando sobre resumos das Fashion Weeks, o pessoal da Refinery 29 montou um resumo com os piores looks apresentados nesse último mês frenético de desfiles. É bom pra dar uma risadinha; tem umas coisas que são completamente surreais de estarem em uma passarela - e não no bom sentido! Já o Fashionista montou uma galeria com os looks de diversas fashion icons antes de serem imensamente fotografadas por blogueiros de street style e revistas de moda. Bom pro ego de todo mundo saber que Alexa Chung, Anna dello Russo e outras eram apenas "meninas normais". Todo mundo pode ser style icon, é só se esforçar (e ganhar uns milhõeszinhos pra segurar a conta das compras...).


Anna dello Russo hoje e ontem: 
mais gordinha, com menos maquiagem e definitivamente mais "normal"


Pra finalizar, dois artigos que me prendeream a atenção: um sobre a dificuldade que ainda existe para se remover tatuagens e o segundo sobre a volta do permanente. Infelizmente os artigos estão em inglês, mas tTenho vontade de falar sobre esses dois assuntos aqui no blog; só espero ter tempo e experts no assunto para fazer posts a respeito.

O artigo do Fashionista explora a falta de informação sobre a remoção de tatuagens, e fala sobre como muita gente acha que é rápido e simples retirar uma caso "volte atrás". Como podemos ver pelos Egos da vida, o que tem de gente por aí escondendo nomes de ex com outras tatuagens deveria ser informação suficiente pra se perceber que não é tudo tão simples assim.

o artigo do New York Times fala sobre a volta do permanente! Quem não se lembra de viver o final dos anos 70 e o início dos 80 - seja porque era muito novo, como eu, ou nem existia ainda! - nem deve saber muito o que é um permanente. Mas ele foi a escova progressiva dessa época, só que com efeito contrário e deixando todo mundo com cara de *poodle de madame*. Dessa vez ele vem mais fraco e com a intenção de deixar todas com cabelos de Gisele, o estilo mais desejado há uns bons dez anos! Imagina acordar com um cabelo assim toda manhã, sem precisar de escova, rolinhos, mousse?


Gisele no Carnaval, mostrando toda a malemolência das madeixas


Esse é um assunto que me interessa bastante, mas como ainda tá recente o meu estrago capilar, deixarei pra escrever sobre isso daqui a algumas semaninhas... Afinal, eu tinha comprimento de Gisele pra fazer um permanente... ai, melhor nem pensar.

E, pra alegrar não só a minha vida - que tá precisando de MUITA alegria pra encarar esse cabelo - como a de todo mundo que volta à trabalhar depois de muito excesso, uma imagem mais que hilária pra melhorar o humor:




Mas, assim como o permanente, você vai precisar de um pouco de cultura dos anos 80 pra apreciar a piada! Bom final de semana pós-ressaca!

3 comentários - Comente aqui!:

Bonequinha de Luxo said...

hauhauahua, Carol, não sei se riu ou se choro, é muito babado, da área fashion só sabia do Tisci rsrsrs! E seu cabelo, o que fizeram nele, tá vendo porque não corto? Se der errado, acho que sou capaz de cortar o cabeleireiro inteiro huahauahau, ainda bem que cresce!!Qto às tattos, nada pior para retirar, tenho um amigo que já fez mais de 50 sessões de lazer,e nada de sair toda, sério e a cicatriz horrorosa que fica, não sei o que é pior!!!Permanente, ahhhhhhhhh amiga, sou velhinha fiz esta praga no cabelo por simplesmente uns 10 anos hauhauahaua,da raiz às pontas, eu era igual uma leoa, amava, Farrah Fawcett perdiaaaaa kkkkkkkkkkk.Até mais, bjs,

Va.

Nads said...

cara, tambem traumatizei a ltima vez que cortei co cabelo com uam gringa.
Que mania eh essa que eles tem de camadas. Ela queria tirar o volume. dar uam equilibrada. dai emtei o volume no topo da cabeca. Fora as luzes..uam inspiracaoo ombre... leveii varias fotos e ela me fez reflexo! E laranja!
Nunca gastei tanto com cabelo desde que resolvi mudar o visual. Eh shampoo pra tirar o alaranjado + mascaras pra reconstruir tudo... fora as escovas/chapinhas pq eu nao sou fa de volume.
Meu penteado do momento: coque la no alto ou rabo de todos os jeitos... To an moda ;)
ahuahauuha
Mas sei cabelo parece ser maiss faci q o meu entao... eh paciencia e logo logo ele cresce.
mas cara... o corte q vc queria era tao tranquilo. Como alguem errou? Nego eh foda!

Renata Nogueira said...

Adorei o post Carol! Arrasou! Bjs!

 
BlogBlogs.Com.Br